Loading...
CONVIVÊNCIA2019-02-28T11:07:39-03:00

Convivência

Em consonância com a Política Nacional de Assistência Social, a organização está tipificada como um Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, por isso, as atividades desenvolvidas são acompanhadas por uma assistente social que orienta os beneficiários quanto a esses direitos e estimula a convivência familiar e comunitária. Esse conjunto de atividades previne situações de risco e amplia a capacidade de enfrentar desafios.

A convivência é a base do ser social: pertencer a grupos, reconhecer-se num contexto, construir referências de comportamento e valores, perceber e respeitar a diversidade são caminhos que só podem ser percorridos nas relações sociais. Sendo assim, alguns valores precisam ser retomados e desenvolvidos, apresentados e discutidos com crianças e adolescentes. Valores estes que fortaleçam e despertem o prazer de viver em comunidade, a importância da vida, a aposta em si mesmo dentro de padrões sociais solidários e construtivos (que não prejudiquem nem a si mesmo e nem ao outro) e que possibilitem essa busca conjunta.

As ações socioeducativas, comprometidas visceralmente com a qualificação do convívio como estratégia de formação do indivíduo social, adotam um percurso próprio para atingir sua meta.